Seja bem vindo ao "Blog do Borjão"

segunda-feira, 26 de junho de 2017

CITAÇÃO DO DIA

“No passado nós obedecíamos a reis e nos curvávamos perante imperadores. Mas hoje nos ajoelhamos apenas diante da verdade, seguimos tão somente a beleza e obedecemos apenas o amor.”  (KAHLIL GIBRAN)

CHARGE DO DIA


RAPIDINHAS DO BLOG...

ILAN DIZ QUE BC 'QUEBROU A ESPINHA DORSAL' DA INFLAÇÃO
A pronunciada queda da inflação, de 6,29% em 2016 para 3,8% neste ano, abaixo da meta de 4,5% segundo projeções do Banco Central, encorajou o presidente do BC, Ilan Goldfajn, a assegurar: "Quebramos a espinha dorsal da inflação". Ele conversou ontem com o Valor, após a divulgação do relatório trimestral de inflação com as novas projeções para o IPCA. No fim do terceiro trimestre, a inflação deve cair para 2,9% em 12 meses. O BC, porém, avalia que haverá, no último trimestre do ano, recuperação nos preços de alimentos, os grandes responsáveis pela rápida desinflação. Não espera, portanto, que se reproduza, entre outubro e dezembro, os baixos índices registrados em igual período de 2016, quando o IPCA foi de 0,74%. Após cinco semanas da hecatombe produzida pela delação do empresário Joesley Batista, da JBS, no dia 17 de maio, que atingiram duramente a Presidência da República, Ilan avalia que as consequências da crise política podem não ser inflacionárias nem desinflacionárias, mas neutras, levando ao cenário que o Comitê de Política Monetária (Copom) concebia até aquela data. Da Suíça, onde está, Ilan acompanhou a queda dos juros futuros no Brasil após a divulgação do relatório de inflação. Isso significa, disse, que a maioria prevê redução de 1 ponto percentual na Selic, para 9,25% ao ano, na reunião do Copom, dias 25 e 26 de julho, e não mais corte de 0,75 ponto percentual. Ele não conta com a hipótese de a inflação ficar abaixo de 3% neste ano ­ que é o piso do intervalo de tolerância dentro do qual pode variar a taxa de inflação e, quando rompido, obriga o BC a se explicar em carta aberta ao ministro da Fazenda. "Isso não faz parte das nossas projeções", disse. Entre setembro de 2016 e maio deste ano, a inflação ficou 1,68 ponto percentual abaixo das projeções mensais dos relatórios de inflação. "Foi uma surpresa positiva" para todos, inclusive para o mercado, observou.

'PELO BEM DA HUMANIDADE', STEPHEN HAWKING FAZ APELO PARA QUE HOMEM VOLTE À LUA
O cientista e físico britânico Stephen Hawking convocou países a enviarem astronautas à Lua até 2020. Para ele, é preciso também construir uma base lunar nos próximos 30 anos e enviar pessoas a Marte até 2025 - tudo isso pensando "no futuro da humanidade". As previsões de Hawking almejam principalmente reacender programas espaciais globais, forjar novas alianças e dar à humanidade uma nova "sensação de propósito". O cientista está participando do Starmus Festival, que celebra a Ciência e as Artes e está acontecendo em Trondheim, na Noruega. Ele reforçou lá seus desejos de um novo plano de expansão espacial. "Essa expansão para o espaço pode mudar completamente o futuro da humanidade", disse o físico britânico. "Tenho esperanças de que isso uniria países que competem entre si em torno de uma única meta, para enfrentar o desafio comum a todos nós. Um novo e ambicioso programa espacial serviria para engajar os mais novos e estimular o interesse deles em outras áreas, como astrofísica e cosmologia". Questionado sobre se não seria melhor gastar o dinheiro disponível tentando resolver os problemas deste planeta, em vez de investi-lo no espaço, Hawking pontuou que é importante, sim, cuidar das questões urgentes daqui - mas agregou que pensar no espaço é importante para garantir o futuro da humanidade. "Não estou negando a importância de lutar contra o aquecimento global e as mudanças climáticas aqui, ao contrário do que fez Donald Trump, que pode ter tomado a decisão mais séria e errada sobre esse tema que o mundo poderia esperar", disse. (No início do mês, o presidente americano anunciou a saída dos EUA do Acordo de Paris, pacto climático que visa impedir o aumento das temperaturas globais). No entanto, o cientista ressaltou que as viagens espaciais são essenciais para o futuro da humanidade, principalmente porque a Terra está sob ameaça - justamente por conta de problemas como o aquecimento global e a diminuição dos recursos naturais. "Estamos ficando sem espaço aqui e os únicos lugares disponíveis para irmos estão em outros planetas, outros universos. É a hora de explorar outros sistemas solares. Tentar se espalhar por aí talvez seja a única estratégia que pode nos salvar de nós mesmos. Estou convencido de que os seres humanos precisam sair da Terra", afirmou o físico. Chefe da Agência Espacial Europeia, Jan Woerner disse que prevê a construção de uma base na Lua em 2024 e está colaborando com a Rússia para enviar uma sonda e testar um possível local para isso. A China já estipulou uma meta de enviar um astronauta à Lua em breve. Já a Nasa não tem planos de voltar à Lua por enquanto e vem focando seus esforços no plano de enviar astronautas a Marte até 2030. No entanto, se outras agências espaciais começarem a colaborar entre si para a construção de uma base lunar, seria difícil ver a Nasa de fora dessa. Para Hawking, o ponto principal é que não há futuro a longo prazo para nossas espécies na Terra: ele acha que seríamos atingidos por um asteroide novamente ou eventualmente engolidos pelo nosso próprio Sol. Ele ainda reforça que viajar para outros planetas distantes "elevaria a humanidade". "Sempre que demos um novo salto, por exemplo a ida à Lua, unimos os povos e as nações, inauguramos novas descobertas e novas tecnologias", afirmou. "Deixar a Terra exige uma movimentação global, todos devem estar juntos nisso. Precisamos fazer renascer a empolgação dos primórdios das viagens espaciais, na década de 1960". Para ele, a colonização de outros planetas já não é mais tema de ficção científica. "Se a humanidade quiser continuar (a viver) por mais milhões de anos, nosso futuro residirá na ousadia de ir onde ninguém mais ousou ir. Espero que seja para o melhor. Nós não temos outra opção."

ALEMANHA APROVA LEI QUE FACILITA ACESSO A DADOS CRIPTOGRAFADOS DE WHATSAPP E SKYPE
Alemanha aprovou na semana passada uma lei para permitir às autoridades vigiar o conteúdo de mensagens criptografas de WhatsApp e Skype com mais facilidade do que ocorre atualmente. Influenciados pela onda de atentados terroristas na Europa, os deputados votaram uma lei para o "reforço da eficácia dos procedimentos penais". Com ela, a polícia poderá infiltrar programas espiões (cavalos de Troia, por exemplo) em celulares e computadores para acessar os dados de mensagens criptografadas, como os populares WhatsApp e Skype. Antes, o Tribunal Constitucional alemão só autorizava o uso dessas ferramentas em casos de combate ao terrorismo. A lei, que coloca a privacidade de usuários em risco, é significativa já que o país é um expoente na proteção de dados pessoais. Em declaração feita ao jornal "Handelsblatt", Mazière comemorou a aprovação e disse que a lei corrige um atraso tecnológico do Estado em relação a criminosos, que usam programas sofisticados. Os partidos de oposição (a esquerda radical e os Verdes) afirmaram que a ferramenta de vigilância é a mais abrangente que o país já viu e votaram contra a proposta. O debate está em voga em todos os países atingidos por atentados. França e Reino Unido pediram, em 14 de junho, a criação de um sistema de requisições legais para os serviços criptografados, com o objetivo de reforçar o combate ao terrorismo. O WhatsApp, que pertence ao Facebook, e o Skype, da Microsoft, usam a criptografia de dados para garantir a confidencialidade das conversas de seus usuários. Ambos se recusam a se submeter a leis que, em alguns países, obrigam as operadoras de telecomunicações (provedores de internet e operadoras de telefonia móvel e fixa) a fornecer os dados de seus clientes. 

COLÍRIO DO BLOG

“MARI SOUSA” É UM EXUBERANTE COLÍRIO EM DOSADO EM SEIS GOTAS
Geralmente somos impactados pelas mulheres do eixo RJ x SP e afim de descobrir mais beldades dos estados brasileiros, perguntamos aos nossos amigos nordestinos quais as mulheres que fazem mais sucesso na região e a resposta foi unanime: Mari Sousa. Com 29 anos, a fortalezense já foi miss bumbum e mantém a forma com dieta, exercícios físicos e procedimentos estéticos. 







EFEITOS COLATERAIS DO COLÍRIO DO BLOG
Aumento da frequência cardíaca, falta de ar e insônia.

PRECAUÇÕES
O uso prolongado pode causar dependência. Se persistirem os sintomas, consulte um médico. 

CAUSOS DO BLOG

O LOBBY DOS ENFORCADOS


Em 1988, uma comitiva do Ministério da Indústria e Comércio tentava com o governo Saddam Hussein quitar dívidas de US$2 bilhões com empresas brasileiras, entre elas a Mendes Júnior. Ressabiado, o deputado da extinta Arena Israel Pinheiro avisou ao ministro Roberto Cardoso Alves:
- O pessoal do Saddam que saber mais do “contrato dos enforcados”.
Pergunta daqui, pergunta dali, “Robertão” matou a charada: Saddam mandou enforcar funcionários iraquianos subornados por brasileiros. 

SUA CIDADE NO PASSADO

NATAL – RN NO ANO DE 1946
Uma antiga imagem da Praia dos Artistas – Natal - Brasil, altura da Ponta do Morcego, no ano de 1946.

CIRCULA NA INTERNET

ENQUANTO ISSO, NO RIO DE JANEIRO...

IMAGEM DO DIA

Uma bela imagem do aterro da Praia de Iracema na amada Fortaleza-CE-Brasil.

PIADA DO BLOG

MILAGRE POLÍTICO
Aquele governador candidato à reeleição estava em seu escritório, quando a secretária avisa:
- Governador, tem um eleitor cego aqui fora querendo lhe ver.
E ele responde:
- Aí já é demais! Diz a ele que eu ainda não estou fazendo milagres.

TEXTO DO BLOG

O QUE GRITA DENTRO DE NÓS
por Ivan Martins*

Diante do auditório lotado, o professor de psicanálise fala do inconsciente, usando um exemplo do cotidiano: o rapaz se aproxima da moça, que tem a intenção de fazer-se difícil. Mas, assim que ele começa a falar, ela enrubesce, e, quando tenta responder, gagueja. Talvez o rapaz não perceba, mas a conquista que ele almeja já aconteceu. O comportamento involuntário dela é uma confissão de interesse.
Sentado na terceira fila do auditório, ouvindo a palestra, me ocorre que o amor – aquilo que o professor freudiano chama de desejo – é sempre uma confissão. Uma confissão de insuficiência.
Eu, pessoa inteira e autônoma, confesso que a sua presença me perturba e gratifica. Mesmo temeroso, confesso que desejo que você partilhe o meu corpo, meus sentimentos e minha vida, ainda que isso perturbe a minha estabilidade. Quando você for embora, ou, mesmo ao meu lado, deixar de me olhar com olhos apaixonados, confesso que pensarei em morrer, e que meu luto cobrirá a cidade como chuva gelada. Confesso, por fim, que, tendo amado você, jamais deixarei de amar, ainda que use outras palavras e outros sentimentos para esconder o que sinto.
Vivemos, entretanto, num mundo de pessoas orgulhosamente autônomas. Nossos atos confessam, mas nós relutamos em dizer que sentimos. Homens e mulheres se gabam da sua capacidade inesgotável de estar sozinhos. Nada nos embaraça mais do que nos confessarmos dependentes, e nada embaraça mais o outro do que ouvir essa confissão. Aprendemos que certas coisas não se dizem.
Mas é uma pena que seja assim, porque confissões apaixonadas gritam dentro de nós. A gente olha a pessoa, ou toca os seus cabelos, e um torvelinho de palavras pede passagem – e tem de ser energicamente reprimido. Apenas em meio à paixão do sexo as confissões nos escapam. Dizemos “eu te amo” sufocando de prazer. Na cama há liberdade para dizer tudo e qualquer coisa.
Em pleno controle dos sentidos, temos dificuldade em confessar que amamos até para nós mesmos. As emoções estão lá, mas olhamos para o outro lado. O potencial de sofrimento, afinal, é imenso. A gente sabe que o amor expõe nossas vulnerabilidades. Cedo ou tarde ele cobrará meia libra de carne (nossa carne) pela alegria que nos deu. Sentamos, portanto, sobre a nossa comoção e silenciamos – esperando pelo dia em que sentimento, clareza e coragem nos cheguem juntos.
Enquanto isso, professamos e confessamos apenas amor por nós mesmos. Ao nosso trabalho, nossa casa, nossos lindos animais domésticos. Essas coisas não nos ameaçam nem revelam nossa insuficiência. Elas tampouco nos gratificam com o prazer de amar e dizer isso: de olhos abertos, de todo o coração, com todas as letras.

(*) Ivan Martins é editor-executivo da revista Época, autor do livro Alguém especial e escreve em epoca.com.br

sexta-feira, 23 de junho de 2017

CITAÇÃO DO DIA

“A faca mais perigosa é a cega, porque é a mais difícil de controlar. Força bruta sem controle é ainda pior do que inútil: é destrutiva. Com o poder vem a obrigação de exercer o controle. Suas ações são muito poderosas, especialmente quando consideradas ao longo do tempo. As "pequenas coisas" que você faz, dia após dia, somam-se e têm uma grande influência no seu mundo. Seus pensamentos são também poderosos. Tudo que você faz começa com um pensamento. Para usar sabiamente o poder dos seus pensamentos e ações, você deve exercer criteriosamente o controle. O poder de seus pensamentos e ações está ali. Seu trabalho é controlar e dirigir esse poder. Sem esse controle você trabalha contra si mesmo; focalizando o controle, você pode alcançar uma incrível satisfação. Controle e equilíbrio podem ser a chave da sua felicidade e sucesso.” (RIVALCIR LIBERATO)

CHARGE DO DIA


RAPIDINHAS DO BLOG...

ELETROBRÁS DEVE CORTAR ATÉ 50% DOS SEUS FUNCIONÁRIOS
A Eletrobrás, uma das maiores empresas de energia elétrica da América Latina, deverá cortar quase 50% de seu quadro de pessoal durante o processo de reestruturação da empresa, disse o presidente da estatal, Wilson Ferreira Jr.  A companhia de energia está em crise desde o fim de 2012, sob impacto de um pacote de medidas do governo federal para reduzir as tarifas de eletricidade. Ferreira afirmou que a estatal tem trabalhado em um plano de reestruturação que envolve a redução de investimentos, vendas de ativos e imóveis administrativos e fortes cortes nas despesas. “Tem saída para o Grupo Eletrobrás, o que não parecia no começo... Ao final desse processo, a companhia deverá ter uma redução de quase 50% do seu quadro de funcionários”, disse Ferreira, que assumiu a presidência da estatal em julho do ano passado. Em maio, a companhia lançou um Plano de Aposentadoria Extraordinária, como parte da reestruturação. Pelos estudos feitos até agora, cerca de 35% do pessoal da estatal teria idade para se aposentar. Com o plano de aposentadoria e o Programa de Demissão Voluntária (PDV), que pode resultar no corte de 2,4 mil pessoas, a diretoria da Eletrobrás espera reduzir de 23 mil para 12 mil o número de funcionários – isso inclui a privatização das distribuidoras, que têm 6 mil funcionários.

MOLÉCULA-CHAVE DA VIDA É ‘VISTA’ POR RADIOTELESCÓPIO
A partir de observações feitas pelo Alma, o maior radiotelescópio do mundo, dois grupos internacionais de cientistas detectaram mais uma vez, no espaço, moléculas pré-bióticas - um dos ingredientes necessários para a existência de vida. Dessa vez, os astrônomos descobriram o composto orgânico - isocianato de metila - em imensas nuvens de poeira que encobrem um sistema de estrelas recém-formado, a uma distância de 400 anos-luz da Terra. O isocianato de metila, segundo os autores, tem estrutura quimicamente semelhante à das ligações peptídicas, que fazem os aminoácidos se manterem juntos em uma proteína. Assim, a descoberta poderá ajudar os astrônomos a entenderem como a vida surgiu na Terra. O Alma já havia detectado outras moléculas orgânicas no espaço, como açúcares e metanol, mas os novos estudos, publicados na revista Notices of the Royal Astronomical Society, sugere que moléculas orgânicas complexas podem surgir muito cedo durante a evolução de estrelas semelhantes ao Sol. “Depois de termos usado o Alma para detectar açúcares no espaço, agora encontramos isocianato de metila. Essa família de moléculas orgânicas está envolvida na síntese de peptídeos e aminoácidos, que, na forma de proteínas, são a base biológica para a vida como conhecemos”, disse um dos autores dos estudos, Niels Ligterink, do Observatório de Leiden (Holanda). 
UMA JANELA PARA O INVISÍVEL
A descoberta seria impossível até mesmo para os mais potentes e sofisticados telescópios ópticos, já que eles detectam apenas a luz visível. Mas o Alma, localizado no deserto do Atacama, no Chile, foi projetado para “enxergar o invisível”, ou aquilo que os astrônomos chamam de “Universo frio”: o radiotelescópio detecta as fraquíssimas radiações lançadas ao espaço pelos objetos astronômicos que não emitem, nem refletem luz, como a poeira espacial. Para estudar o que há por trás das espessas cortinas de matéria fria, um consórcio que envolve 15 países da Europa, o Chile, os Estados Unidos, Japão, Coreia do Sul e Taiwan construiu o Alma em 2013, com um investimento de 1,5 bilhão de euros. Com sua capacidade para “enxergar o Universo frio”, o radiotelescópio também consegue estudar a origem das galáxias. 

DESCUBRA QUANTAS MENSAGENS VOCÊ JÁ MANDOU NO WHATSAPP
Quantas mensagens você já enviou e recebeu no WhatsApp?  Difícil saber, não é? Mas se ficou curioso para descobrir, o WhatsApp permite que os usuários descubram quantas mensagens já foram trocadas no aplicativo com apenas alguns toques, direto no sistema do mensageiro. Para isso, basta abrir o WhatsApp, clicar na aba "Ajustes" ou "Configurações", dependendo da versão do seu aplicativo. Em seguida, clique em "Uso de dados armazenamento" e selecione a opção "Uso da rede". A partir daí, uma janela irá abrir na tela de seu smartphone com várias informações sobre seu aplicativo. Na primeira linha, você encontra o número de mensagens enviadas e, na segunda linha,  a quantidade exata de mensagens recebidas.  Ainda é possível descobrir a quantidade de ligações feitas e recebidas pelo app. E para alegria de todos, as informações sobre o seu WhatsApp podem ser acessadas a partir dos sistemas operacionais iOS e Android. 

ARTE NO BLOG

A ARTE DE ÁLVARO DA CUNHA AZZAN – PARTE 01 

Álvaro da Cunha Azzan, nascido em Campinas SP, começou a     desenhar ainda criança, com 4 anos de idade, destes desenhos, que somam  mais  de 300 guardados até hoje, alguns podem ser vistos na exposição permanente do 1º Museu Brasileiro de Arte Infantil no Conservatório Carlos Gomes em Campinas SP. Nos anos de 1984 a 1989 aperfeiçoou técnicas em grafite, aquarela, nanquim, guache e giz-pastel no CAA. A partir dos anos 90 começa a pintar telas. Trabalha com diversas técnicas e atua em vários estilos de desenho e pintura, destacam-se os trabalhos de giz-pastel nos quais apresenta um excelente domínio da técnica.  As atividades artísticas contam com as exposições, a participação em salões e concursos, atualmente desenvolve trabalhos para ilustrações. Iniciou-se em projetos paisagísticos na Floricultura Campineira em 1991, complementou em curso realizado em Barcelona, Espanha em 1994. Na área de arquitetura realizou projetos de adaptação, restauração e conservação arquitetônica tais como: Museu Arquidiocesano de Campinas, Edifício do Jockey Club Campineiro, Biblioteca do Colégio Culto a Ciência, Instituto Baba Toloji. Exerce atividade na área de montagem de exposições de arte e museológicas, seu último trabalho foi no Museu de Arte Contemporânea de Campinas com a exposição realizada pelo CCLA - Centro de Ciências Letras e Artes. Atuante também na área de marketing cultural como coordenador e consultor cultural. Atualmente trabalha em seu atelier chamado Vivaz, onde desenhos e telas agora dividem espaço com os mais diversificados objetos escultóricos. 

Fonte: Saber Cultural 

RECEITA DO BLOG

FILÉ MIGNON AO MOLHO DE GORGONZOLA 

INGREDIENTES PARA OITO PORÇÕES
·         1 kg de filé mignon
·         Tempero a gosto
·         2 colheres de manteiga
·         1 cebola
·         200 ml de vinho branco seco
·         300 g de gorgonzola
·         1/2 lata de creme de leite sem soro

MODO DE PREPARO:
1.     Corte o filé mignon em cubos grandes, tempere a gosto (azeite, caldo knnor, pimenta, alho);
2.     Frite até dourar e reserve;
3.     Na panela usada coloque a manteiga e a cebola picada (deixar até dourar e amolecer);
4.     Adicionar o vinho branco e reduzir até a metade;
5.     Acrescente a gorgonzola, mexendo até derreter;
6.     Coloque o creme de leite e mexa até engrossar;
7.     Junte a carne e sirva. 

CIRCULA NA INTERNET

HOJE É SEXTA FEIRA MINHA GENTE...

IMAGEM DO DIA

Uma bela imagem na nossa amada Mossoró-RN-Brasil focalizando a Praça Vigário Antônio Joaquim e a Catedral de Santa Luzia.

PIADA DO BLOG

ALFREDÃO SENDO MUITO BEM TRATADO
O grande filósofo Alfredão acorda morrendo de ressaca e encontra no criado mudo um copo de água e duas aspirinas. Olha em volta e vê sua roupa passada e pendurada. O quarto está em perfeita ordem. Há um bilhete de sua mulher: "Querido, deixei teu café pronto na copa. Fui ao super-mercado. Beijos!"
Ele desce, encontra o café esperando por ele, não entende o fato de estar tudo tão perfeito e pergunta ao filho:
- Alfredinho! O que aconteceu ontem?
- Foi normal, pai... Você chegou às 3 da madrugada, completamente bêbado, vomitou no tapete da sala, quebrou alguns móveis, mijou no guarda-roupa e machucou teu olho ao bater na porta do quarto.
- E por que está tudo arrumado, café preparado, roupa passada, aspirinas para a ressaca e um bilhete amoroso da tua mãe?
- Ah, é que quando você chegou a mamãe te arrastou até a cama e quando estava tirando tuas calças, você disse: "Não faça isso moça, eu sou um homem muito bem casado!"

TEXTO DO BLOG

“JUDICIOCRACIA” EM EXPANSÃO
por Gaudêncio Torquato* 

Por mais boa vontade que se tenha para entender que, em momento de aguda crise, o Poder Judiciário substitui eventualmente a toga pelo manto legislativo, no presente momento a mudança de papéis cria profundas rachaduras na base do triângulo do poder arquitetado pelo barão de Montesquieu. Os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário não estão funcionando a pleno vapor, como incautos apregoam, e os princípios da harmonia, independência e autonomia que devem inspirar seu funcionamento sofrem forte corrosão.
A razão está à vista: o corpo político passa por prolongada cirurgia, que procura estancar a metástase que ataca parcela expressiva de seus membros. O Poder Executivo é submetido a intenso bombardeio por parte do Procurador Geral da República, sob aprovação do Poder Judiciário. A Polícia Federal, que se subordina ao Ministério da Justiça, faz uma montanha de perguntas ao presidente da República, de forma direta, sem  obedecer a liturgia burocrática. O Tribunal Superior Eleitoral, cuja missão é a de verificar se a legislação eleitoral é cumprida, transforma-se em corte penal, assumindo perigosamente papel que cumpriria a outra instância. O resultado do intrincado jogo de poder é uma interpenetração de competências que se desdobram em outros níveis, como o que se observa nos territórios da Polícia Federal e do Ministério Público, este dizendo que aquele tenta absorver suas tarefas.
ENSAIOS DE GUERRA
O imbróglio se expande. O Poder Legislativo, que tem mais de 200 nomes arrolados em denúncias da Operação Lava Jato, passa a recitar a máxima latina: se vis pacem para bellum ( se queres a paz, prepara-te para a guerra). Na demonstração de que a arena de lutas tende a se estender, o Legislativo aplaina o caminho para formar a CPI da JBS, para a qual seria convocado o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato. Sobre ele recai versão de que teria sido ajudado pelo grupo dos Batista  no pleito para se tornar ministro do Supremo. Ainda na linha de tiro de guerra, o exército parlamentar prepara-se para rejeitar pedido de denúncia para investigar o presidente da República, a ser encaminhado pelo PGR ao STF. Como se sabe, este pedido deverá ser autorizado pela Câmara dos Deputados.
Esta é uma banda das tensões. Mas uma questão central remanesce: o STF está entrando no terreno legislativo? Não deveria apenas informar às Casas congressuais sobre suas omissões? Gilmar Mendes, por exemplo, questiona a “sanha punitiva” que estaria por trás das decisões de alguns membros do TSE, achando que o Judiciário não pode e não deve resolver a crise política. Querem tirar o presidente? Que transfiram essa decisão ao Parlamento. O fato é que a missão precí­pua do STF é interpretar a Constituição ante a falta de clareza ou inexistência de leis que detalhem normas sobre os mais diversos assuntos de inte­resse social. Os magistrados têm passado razoável parcela de seu tempo a julgar crimes. De Corte Constitucional o STF vestiu o manto de Corte Criminal.
LEGISLAÇÃO JUDICIÁRIA
A mudança de comportamento dos magistrados tem se acentuado nos últimos anos. De um comportamento mais cauteloso nos idos de 90, quando apenas comunicavam ao Par­lamento a falta de leis, passaram a produzir regras, deixando o des­conforto de lado. Nos últimos tempos, sob o empuxo de demandas da sociedade civil, o STF reposicionou-se no cenário institucional, tomando decisões de impacto, inclusive de fundo político, sem se incomodar com críticas sobre invasão do território legislativo. Nessa direção se incluem decisões em áreas como aposentadoria especial (decorrente de trabalho insalubre), direito de greve no serviço público, criação de municípios e criação de cargos no modelo federal.
A legisla­ção judicial, portanto, aparece no vácuo da legislação parlamentar. Não há, nes­se caso, transgressão ao princípio democrático de que o representante eleito pelo povo é quem detém o poder de legislar? Em termos, sim. Mas a questão pode ter outra leitura. A construção de uma sociedade livre, justa e solidária, conforme preceitua a Constituição, se assenta na preservação dos direitos individuais e coletivos. Os princípios da autonomia, harmonia e independência dos Poderes, sob sistemas políticos em processo de institucionalização, acabam ganhando certa frouxidão. Compreende-se, assim, a interpenetração de funções dos Poderes do Estado.
E assim, na esteira de maior participação do Judiciário no campo político, emerge o conceito de “judiciocracia”, neologismo para designar uma democracia feita sob obra e graça do Poder Judiciário. Lembre-se, também, que a tendência de maior participação dos tribunais em ações legislativas e executivas decorre da própria “judicialização” das relações sociais, fenômeno que se expressa de maneira intensa tanto em democracias incipientes quanto em modelos consolidados, como os europeus e o norte-americano, nos quais os mais variados temas envolvendo políticos batem às portas do Judiciário.
A nova arquitetura da política nacional pode ser vista sob a pers­pectiva do contencioso que locupleta as estantes judiciais. Contencioso que tem aumentado nos últimos tempos, quando entraram na agenda institucional eventos ligados à corrupção. Desenvolve-se um intrincado roteiro. O Poder Executivo inunda canais da Justiça para ampliar e garantir suas de­cisões. O Legislativo instaura agenda de Comissões de In­quérito, ampliando frentes de luta política. O Ministério Público flagra ilícitos de toda ordem, enca­minhando farta pauta de conflitos ao Judiciário, na convicção de que a sociedade brasileira é “hipossuficiente” e, portanto, carece de braços mais longos de defesa. Minorias políticas recorrem às Cortes para fa­zer valer direitos. Associações civis e esferas governativas produzem um bocado de Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADINs). A questão é: esse novo modo de fazer política melhora a qualidade da democracia? Ou confere excessivo poder aos Tribunais, resultando em desmesurada intervenção nos conflitos políticos?
Esta é a pergunta crucial que só será respondida depois da crise.

(*) Gaudêncio Torquato, jornalista, é professor titular da USP, consultor político e de comunicação Twitter@gaudtorquato

INDICADORES DO BLOG

BOVESPA
O principal índice de ações da bolsa paulista fechou em alta na quinta-feira (22), com destaque para empresas do setor elétrico, em sessão marcada por noticiário corporativo movimentado. No entanto, a preocupação com o cenário político permaneceu no radar e limitou os ganhos, segundo a Reuters. O Ibovespa fechou em alta de 0,84%, a 61.272 pontos.  

COMMODITIES
UNIDADE
COMPRA
VENDA
VARIAÇÃO
Petróleo (Brent)
Barril
US$ 43,500
US$ 43,520
-0,37%
Ouro
Onça troy
US$ 1250,160
US$ 1250,300
-0,02%
Prata
Onça troy
US$ 16,578
US$ 16,583
-0,1%
Platina
Onça troy
US$ 924,800
US$ 925,600
+0,03%
Paládio
Onça troy
US$ 883,500
US$ 889,700
-0,09%

CÂMBIO
COMPRA
VENDA
VARIAÇÃO
Dólar com.
3,3349
3,3355
+0,09%
Dólar tur.
3,2000
3,4700
0,0%
Euro
3,7216
3,7225
-0,05%
Libra
4,2336
4,2345
+0,19%
Pesos arg.
0,2066
0,2068
+0,49%







INDICADORES
VALOR
ATUALIZAÇÃO
Salário Mínimo
R$ 937,00
2017
Global 40
+112,32%
22.Jun.2017
TR
+0,07%
22.Jun.2017
CDI
+10,14%
22.Jun.2017
SELIC
+10,25%
31.mai.2017

INFLAÇÃO
ÍNDICE
MÊS
VALOR
IPCA
Mai.17
+0,31%
IPC-Fipe
Mai.17
-0,06%
IGP-M
Mai.17
-0,93%
INPC
Mai.17
+0,36%